Biblioteca Pública Municipal

Uma breve história da Biblioteca Pública Municipal de Lavras

A Biblioteca Pública de Lavras foi criada em conjunto com a Biblioteca Azarias Ribeiro com a assinatura do decreto 712, em 22/07/68, em um momento onde Lavras comemorava seu centenário como cidade. Dez anos passados ela passa a levar o nome da educadora Meirinha Botelho, homenageada à época pelos seus prestimosos trabalhos dispendidos à educação lavrense, pela assinatura do decreto 642, na data de 20/07/78, deste modo, passa a ser denominada Biblioteca Pública Municipal “Meirinha Botelho”.

Sua primeira instalação foi no, atualmente, campus Carlota Kemper, na praça Dr. Augusto Silva, nº 616, no centro de Lavras. Ao longo de seus 45 anos ela passou por endereços como: Avenida Pedro Sales, nº 27, Centro (Praça da Estação); Casa da Cultura no centro de Lavras; Colégio Nossa Senhora Aparecida também área central de Lavras; dentre outros. A Biblioteca Municipal está localizada desde 2004 na Rua Milton Campos, S/N, embaixo do Mercado Municipal no Centro de Lavras. Consta em seus registros quase 12 mil usuários cadastrados, cerca de 40 mil livros registrados, bem como, aproximadamente cinco mil visitações anuais.

A Biblioteca tem como trabalhos prestados a comunidade lavrense e região, o incentivo e orientação às leituras, empréstimos de livros das mais diversas áreas, auxílio em pesquisas, bem como nas buscas de informações locais e/ou gerais.

Responsáveis pelo texto: colaboradores da Biblioteca Pública “Meirinha Botelho”

Fonte: ANDRADE, José Alves. Lavras, sua história, sua gente. 

Lavras: Studio Gráfica e Editora, 2002.